ÓLEOS ESSENCIAIS: O QUE SABER ANTES DE USÁ-LOS

by - 12:30

Oi gente, tudo bem com vocês?
A prática de cuidados corporais e faciais vem ganhando força aqui no Brasil e com isso várias técnicas estão sendo utilizadas, entre elas o uso dos óleos essenciais. Mas você sabe todos os benefícios e perigos da utilização desses óleos?
Vem cá que eu te conto tudo o que você precisa saber! Let's Go.



Os óleos essenciais são substâncias armazenadas, sintetizadas e liberadas pelas plantas. Podem ser extraídos das folhas, raízes, sementes, frutos, flores e dos troncos das plantas por meio de técnicas como prensagem a frio e diferentes tipos de destilação.

Por serem completamente de origem vegetal, eles proporcionam benefícios para a saúde por meio da famosa aromaterapia, que podem acalmar, estimular e ajudar na cicatrização da pele.

Outros benefícios conhecidos são os dos óleos de eucalipto, lavanda e de canela que são capazes de agir como antissépticos, antibacterianos e anti-inflamatórios. Também estão relacionados aos efeitos no trato gastrointestinal, e na melhora da insônia.

Como são altamente poderosos, devem ser usados com muita cautela e sempre com orientação médica.


Esses óleos são extremamente concentrados e capazes de penetrar no nosso organismo ao serem inalados ou através da pele. São facilmente absorvidos pela corrente sanguínea e metabolizado pelo corpo.



Veja alguns cuidados essenciais na hora de utilizá-los!


  • RAIOS SOLARES
Existem substâncias que são fotossensibilizantes, ou seja, elas podem causar queimaduras ou manchas ao entrarem em contato com os raios solares. Óleos à base de laranja, limão, gengibre ou tangerina são alguns dos que podem causar algum dano na pele ao serem expostos ao sol.


  • SENSIBILIDADE DA PELE
Cada pessoa tem um tipo de sensibilidade diferente na pele e por isso não é recomendado sair usando qualquer produto. Como sua fórmula é concentrada, é importante fazer um teste aplicando uma pequena quantidade no braço para ver se não causam alergias ou irritações.
Ah, não se esqueça de diluir o óleo na água. (um pouco de água e duas/três gotas de óleo são suficientes)


  • GRUPOS ESPECÍFICOS
Exitem grupos que precisam redobrar a cautela na hora de utilizar os óleos essenciais e claro, com supervisão médica. Entre eles estão: gestante, crianças, lactantes, idosos e pessoas que sofram de algum problema cardíaco, que tenham síndromes em geral ou que já tomam muitos remédios.



  • USO EM ANIMAIS
Em hipótese alguma passe qualquer óleo essencial em seu animal de estimação!
O óleo de poejo é muito utilizado para acabar com pulgas e carrapatos, mas causa sérios problemas nos rins e no figado do bichinho. Eles são mais sensíveis que nós e entrar em contato com esse tipo de substância pode causar debilidade, tremores, vômitos, intoxicação e em casos graves, falha nos órgãos. 
Então já sabe, não passe neles ou use perto deles.


Outros cuidados necessários são:

🔼 manter os óleos longe de chamas;
🔼 após aplicar a fragrância no ambiente, certifique-se de deixar o espaço bem ventilado;
🔼 não use óleos essenciais em umidificadores.


Há óleos que são mais complicados de se manusear e requerem um pouco mais de cuidado, são eles, anis, lavanda, noz-moscada e sândalo.

anis: grande quantidade pode causar danos ao sistema nervoso.

lavanda: seu uso interno ou em massagens não é aconselhável.

noz-moscada: é recomendado que seu uso seja curto e em pequenas quantidades.

sândalo: não utilize-o caso sofra de alguma doença renal.




Os óleos essenciais são seguros?

Sim! Quando usados de maneira correta e com cuidado.
Não esqueça de conversar com o seu médico antes de começar a usá-los.


Agora me conta, você usa ou já usou algum óleo essencial? Compartilhe sua experiência.

Um beijo e até mais ♥

                                                           Me acompanhe também:
                                                              Pinterest || Instagram



You May Also Like

38 comments